Photo by Lost At E Minor


O registo introspective de Kurt Wagner.

Há bandas tão familiares para nós, que qualquer música que façam, desperta logo o nosso interesse. Esta é uma delas.

Um álbum fora do seu habitat natural, da sua zona de conforto, mais digital e pessoal. Não é o seu melhor registo, mas também não nos deixa indiferentes.

Numa clara mudança de rumo, Kurt Wagner envelheceu e na sua companhia, também nós.


Write a Reply or Comment